You are currently browsing the category archive for the ‘Vegetariana’ category.

Carne, que nada! Sofrimento? Menos ainda!
Saladas, mandiocas, vinagretes, torradas e deliciosos patês(cenoura, tomate e alho) e uma inovadora farofa à base de proteína de soja com legumes e temperos, como num churrasco tradicional. Porém, no alimento assado não havia sangue e nada semelhante à anatomia animal, a novidade foi usar a proteína de soja.

Interessante foi analisar o sabor, pois as pessoas costumam optar o churrasco pelo seu paladar saboroso e diferenciado, é claro. Mas acreditam que este sabor só é possível encontrar na carne animal, nada disso é verdade. A soja , assada na churrasqueira, é um exemplo que desmistifica este modo de pensar, ela ficou maravilhosa e super crocante.
Bem, uma ótima sugestão para os veganos, vegetarianos, simpatizantes e onívoros reunirem os amigos, ouvir um som, bater um papo, beber umas para aqueles que apreciam bebidas alcoolicas , sem precisar matar um animal para se divertir.

Sem contar a limpeza e boa educação das pessoas presentes. Ao final do evento não havia, sequer, um guardanapo sujo no chão – uma pequena observação.

 

Tudo de bom um de ruim que fazemos nesta vida é somado. O resultado você não sabe, mas pode evitar que ele seja desagradável. Por isso, neste Natal pense com carinho na bondade em que podemos ser, no amor que podemos oferecer e na gentileza que podemos realizar.  
Cultive a paz, pois alimentar-se de carne é assassinato, assasinato é violência, vai preferir manter este tipo de alimento em seu corpo que, através da violação de outro, chegou até você?
Pratique a paz a partir dos alimentos que escolhe para se alimentar, algo simples e que tem relação direta com a vida de outro ser.
Nós, seres humanos, temos uma incalculável dívida com os animais, vamos começar a pagar a partir deste ano que se inicia pelo amor. Apenas.

lei-do-carma.jpg

De repente, houve um aumento de adeptos à alimentação vegetariana, nada mais moderno e sensato para a era em que vivemos. Somos rodeados de informações a qualquer hora do dia devido a deliciosa internet. Não precisamos acreditar mais em tudo que nos dizem e já crescemos o suficiente para pensarmos no que é melhor para nós e para o Planeta. Contudo, nem todos estao contentes com isto e estão tentando, de forma vergonhosa, dar a volta por cima.
Surgiu em meio a isso um grupo de empresário cheios da grana que obtem seu rico e sangrento dinheiro à base de exploração animal com o chamado movimento “Pró Carne”. Estive aqui em minha cidade em uma de suas reuniões, infiltrada para saber quais eram seus argumentos. Sim, porque a ciencia e nós já sabemos, também, o que é bom para o nosso corpo e uma dieta rica em carne, principalmente vermelha, não é. Nada surpreendente, seus argumentos foram baseados apenas nas proteínas que a carne oferece (que por sinal é em excesso e proteína em excesso causa maleficios à saúde) e nada mais. De dar pena e vergonha, os caras estão desesperados.. A proposta deles era de lançar a todos os envolvidos nesta industria da morte um estimulo para incentivar a sociedade a comer mais carne, embasados num achismo, sem fundamento, um verdadeiro fiasco.

Escrevi este texto apenas para introdução e, talvez, complementar um ato não surpreendente e muito grave. Numa matéria de 2002, uma jornalista da revista VEJA escreveu sobre a alimentação vegetariana e distorceu espantosamente todas as informações enviadas por nada menos que Marly Winckler, Coordenadora para a América Latina da União Vegetariana Internacional (IVU). Nada satisfeita, Marly pedir direito de resposta, não sei se conseguiu, mas a encontrei no site do CMI (recomendo) e é simplesmente brilhante…
Abaixo segue suas palavras finais e depois o link para a matéria da Veja e resposta de Winckler, que vale e muito a ler inteira.

Veja: O interessante é que os pesquisadores não encontraram nenhuma vantagem na dieta sem carne que pudesse contrabalançar os prejuízos.

Marly Winckler: Se os pesquisadores não encontraram, e nem a senhora jornalista percebeu, eu vou lhe dizer quais são os benefícios de uma dieta vegetariana. São imensos e eu precisaria de um livro para descrevê-los, mas basta dizer que uma dieta vegetariana desde logo nos desassocia da crueldade com que são criados e abatidos milhares e milhares de seres indefesos que sentem dor e terror. Uma dieta vegetariana é mais saudável. O vegetariano tem risco reduzido de doenças crônicas e degenerativas, como cardiopatias, câncer, diabetes, obesidade, osteoporose, doenças da vesícula biliar e hipertensão. O meio ambiente também se beneficia com a adoção da dieta vegetariana. A criação de gado significa um uso muito ineficiente dos recursos, além de ser a principal responsável pela derrubada das florestas. São necessários 7 quilos de cereais e grãos para produzir um quilo de carne. Metade de toda a terra boa do mundo é destinada a pastagens. A indústria da carne é responsável por mais de metade da água consumida para todos os fins. Metade da colheita mundial de grãos foi consumida pelo gado nos anos oitenta. Num mundo onde a fome é uma realidade, o comer carne torna-se eticamente inaceitável.Finalmente, a tendenciosidade não é algo de que um veículo de comunicação possa se orgulhar, mas ela se torna insidiosa quando usada contra aqueles que não têm como se defender, os animais, e aqueles que têm todo o direito de receber informações precisas, os adolescentes e seus pais, que legitimamente se preocupam com uma possível deficiência alimentar dos filhos. A sra. Natasha Madov dispunha das informações que eu inseri acima, pois eu as enviei para ela. A revista Veja está na contramão da história. Em um momento em que todas as autoridades que tratam da questão alimentar se esforçam para fazer a população ingerir mais verduras, ela maldosamente intitula sua matéria dando a entender que verduras não contêm tanta vitamina assim. Os vegetarianos merecem respeito, os animais merecem respeito, os adolescentes merecem respeito e a sociedade merece respeito. Esta matéria, completamente tendenciosa e falsa, é uma afronta à inteligência humana. Exigimos reparação. http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2002/08/34464.shtml

Para uns, talvez, o vegetarianismo seja apenas uma opção para se alimentar, porém para aqueles que decidiram não injerir mais pedaços de animais mortos isto vai muito além de um simples prato colorido. Quem é sabe. Aumenta sua capacidade sensorial, a empatia para com todos os seres é maior, seu paladar fica mais aguçado, seu corpo mantem-se mais calmo. Inúmeras vantagens sobre o corpo físico e espiritual, não tem erro! A palavra natureza tem um peso maior e nos sentimos mais integrados ela.

É um tipo de filosofia particular do bem! Completamente do bem e da paz…

“Quem semeia a violencia nao colhe paz” disse Pythagoras… Não é com estas palavras, mas a intenção é esta! …rs…

E é com muita alegria que somos vegetarianos, felizes e bem com a vida! A cada dia, a cada ano este hábito alimentar cresce e cresce!!!`

Parabénsss Belo dia!!!

A lindissima Alicia Silverstone sempre esteve engajada na defesa dos animais, desde um encontro com a ONG PETA (Pessoas Pelo Tratamento Éticos de Animais) ela se tornou VEGAN e adotou a ética pelos nossos irmãos não-humanos. Ela hoje é produtora e mantém trabalhos paralelos ao de atriz, que um dia teve seu auge. A foto abaixo é a da mais nova campanha da atriz para o PETA e veiculará na cidade de Houston que, segundo o site da folha de São Paulo (http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u329572.shtml) foi escolhida “devido aos maus hábitos alimentares de seus habitantes“. Quem quiser acompanhar o trabalho de perto acesse http://www.peta.org/feat/alicia_psa/index.asp

Ela é um mega exemplo de personalidade e atitude. Em países da Europa e EUA essa filosofia é muito mais comum do que parece, se espelhado ao Brasil, ainda muito atrasado neste contexto. Há inúmeros atores, músicos e pessoas famosas inseridas neste meio, tanto engajados, quanto apenas adotando este saudável e bondoso hábito.

Alguns deles são Leonardo di Caprio, Justin Timberlake, Cameron Dias, Madonna, Brad Pitt, Judd Law, Joaquin Phoenix, Moby(músico), Antony Kieds e muito mais… Aqui no Brasil personalidades como Fernanda Lima, Fernanda Tavares(modelo) Cazé(MTV), Cássia Kiss também preferem este estilo de vida. Inclusive, a modelo Fernanda Tavares já posou para uma campanha do PETA.

07261171.jpg

Sempre bom contar com pessoas que exercem uma determinada influência na sociedade. Com certeza, colherão bons frutos!

Para conhecer mais personalidades adeptas ao vegetarianismo aqui vai a sugestão de dois videos:

Beijos e Sorrisos

Do G1, em São Paulo, com informações da TV Morena

boi.jpg

Um boi invadiu nesta sexta-feira (12) o Aeroporto Internacional de Campo Grande (MS). Cerca de 100 passageiros que aguardavam embarque ficaram assustados quando o animal apareceu na porta do saguão. O animal fugiu de um frigorífico, a cinco quilômetros do aeroporto. Depois de invadir o estacionamento do aeroporto, o boi seguiu para a porta do saguão. Ao ser afugentado, acabou quebrando uma porta de vidro. Sangrando, o boi voltou ao estacionamento, amassou um carro e derrubou dois motoqueiros. Depois de deixar o aeroporto, o animal foi para a Avenida Duque de Caxias. Segundo testemunhas, o animal estava enfurecido e avançou sobre uma criança e um adolescente. Acuado, acabou sendo sacrificado com quatro tiros, disparados por um policial militar. A direção do frigorífico informou que o boi seria abatido e fugiu pulando um curral, onde estava confinado. O frigorífico se comprometeu a pagar todos os prejuízos causados pelo animal.

Fonte. http://www.institutoninarosa.com.br

É preciso dizer mais alguma coisa?

Logo após sua divulgação em Junho/2007, o texto da União Européia Vegetariana, lança muitas indagações, principalmente no contexto ambientalista da coisa. Nele, há dados da Organização para Alimentação e Agricultura(FAO) sobre o aquecimento global, onde para ajuda-lo, é sugerido uma alimentação isenta de carnes, ou seja, de emissão de gases poluentes.

Porém, a coisa fica feia quando analisamos organizações famosas que lutam pela preservação do Planeta e encontramos grandiosas contradições.
Para o Greenpeace, por exemplo, sua atuação é meramente superficial, haja vista sua atuação sobre assuntos relacionados ao consumo de carnes. Recentemente, assisti um video da organização se mostrando à favor da alimentação de baleias no Japão. Epa, não entendi? Sim, eles apoiam o País a comer a carne da baleia, mas é contra ao mesmo tempo..? É, pegou mal mesmo Greenpeace e, a cada dia está pior.

Este exemplo fica perfeito para criarmos uma analogia à pecuária. Eles defendem a regulamentação nas terras da Amazônia quanto ao plantio de soja, mesmo sabendo que, o setor agro-pecuário é responsável por 18 por cento das emissões de gases de efeito de estufa, medidos em equivalentes a dióxido de carbono (CO2). É uma percentagem mais alta do que os gases emitidos por meios de transporte, segundo a FAO.

Sim, se procurar vai achar muitas razões para renovar antigos hábitos e dar vazão aos atuais, novos e bons hábitos. Sim, se a preocupação pelo bem-estar das gerações futuras e, até a sua, for maior que a vontade de comer aquele pedaço de carne em seu prato.

Certamente, a cada dia que passa, isto alcança mais evidência e ainda vai dar muito pano para manga!

Adotar a dieta vegetariana pode representar também um alivio no bolso. Isto porque a  Organização pelo Tratamento Ético dos Animais se manifestou ao nosso favor enviando uma carta ao Senado dos Estados Unidos da América. A pedida foi para beneficios fiscais dos vegetarianos que, através de sua alimentação, ajuda o Planeta quanto a sua preservação e o aquecimento global.
Embora estarmos no Brasil, a dieta e filosofia vegetariana cresce a cada dia e, se isto der certo, logo os vegetarianos brasileiros terão mais incentivos para seguirem a alimentação mais ética e saudável do Universo!

Para quem não conhece os impactos da pecuária sobre a Terra, aqui estão;

Cerca de 80% das áreas cultiváveis são usadas para a criação de animais. Em 1 hectare de terra podem ser plantados 22.500 kg de batatas e apenas 185 kg de carne bovina.

São necessários de 20 a 30 mil litros de água para produzir 1 kg de carne. Para a mesma quantia de trigo, é preciso apenas 150 litros de água.

A criação de animais de corte é responsável por 90% do desmatamento de florestas tropicais. Para cada hambúrguer de carne bovina, são necessários 50 m quadrados de área de floresta.

Somente os animais criados para o consumo nos Estados Unidos produzem uma quantidade de excrementos 130 vezes maior do que a de toda a população mundial. Uma criação de porcos média produz tantos excrementos quanto uma cidade com 12 mil habitantes.

Nos EUA, mais de um terço de todas as matérias-primas e dos combustíveis fósseis são usados na criação de animais para consumo humano. A produção de um único hambúrguer consome a mesma quantidade de combustível fóssil que um carro popular em um percurso de 32 km. – Afixado no mural do TJMG –

São liberados toneladas de metano e CO2 diarimanete na atmosfera, devido as flatulências dos bois na criação de animais de corte

Fonte: O Tempo – 27.11.06, retirado do site http://www.sitiovegetariano.com.br

E isto a gente não vê na Rede Globo não… E eu te pergunto, não “viva” a manipulação?

frigoncombr.jpg